O MARAVILHOSO LIVRO DOS SALMOS

SALMO DO DIA

SALMO 22 - SOFRIMENTO E VITÓRIA DO MESSIAS
"Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? Por que estás tão longe de salvar-me, tão longe dos meus gritos de angústia? Meu Deus! Eu clamo de dia, mas não respondes; de noite, e não recebo alívio! Tu, porém, és o Santo, és rei, és o louvor de Israel. Em ti os nossos antepassados puseram a sua confiança; confiaram, e os livraste. Clamaram a ti, e foram libertos; em ti confiaram, e não se decepcionaram. Mas eu sou verme, e não homem, motivo de zombaria e objeto de desprezo do povo. Caçoam de mim todos os que me vêem; balançando a cabeça, lançam insultos contra mim, dizendo: Recorra ao Senhor! Que o Senhor o liberte! Que ele o livre, já que lhe quer bem! Contudo, tu mesmo me tiraste do ventre; deste-me segurança junto ao seio de minha mãe. Desde que nasci fui entregue a ti; desde o ventre materno és o meu Deus. Não fiques distante de mim, pois a angústia está perto e não há quem me socorra. Muitos touros me cercam, sim, rodeiam-me os poderosos de Basã. Como leão voraz, rugindo, escancaram a boca contra mim. Como água me derramei e todos os meus ossos estão desconjuntados. Meu coração se tornou como cera, derreteu-se no meu íntimo. Meu vigor secou-se como um caco de barro, e a minha língua gruda no céu da boca; deixaste-me no pó, à beira da morte. Cães me rodearam! Um bando de homens maus me cercou! Perfuraram minhas mãos e meus pés. Posso contar todos os meus ossos, mas eles me encaram com desprezo. Dividiram as minhas roupas entre si, e lançaram sortes pelas minhas vestes. Tu, porém, SENHOR, não fiques distante! Ó minha força, vem logo em meu socorro! Livra-me da espada, livra a minha vida do ataque dos cães. Salva-me da boca dos leões e dos chifres dos bois selvagens. E tu me respondeste. Proclamarei o teu nome a meus irmãos; na assembléia te louvarei. Louvem-no, vocês, que temem o SENHOR! Glorifiquem-no, todos vocês, descendentes de Jacó!  Tremam diante dele, todos vocês descendentes de Israel! Pois não menosprezou nem repudiou o sofrimento do aflito; não escondeu dele o rosto, mas ouviu o seu grito de socorro. De ti vem o tema do meu louvor na grande assembléia; na presença dos que te temem cumprirei os meus votos. Os pobres comerão até ficarem satisfeitos; aqueles que buscam o SENHOR o louvarão. Que vocês tenham vida longa! Todos os confins da terra se lembrarão e se voltarão para o SENHOR, e todas as famílias das nações se prostrarão diante dele, pois do SENHOR é o reino; ele governa as nações. Todos os ricos da terra se banquetearão e o adorarão; haverão de ajoelhar-se diante dele todos os que descem ao pó, cuja vida se esvai. A posteridade o servirá; gerações futuras ouvirão falar do SENHOR, e a um povo que ainda não nasceu proclamarão seus feitos de justiça, pois ele agiu poderosamente!".

COMENTÁRIOS
V. 1 - Foi este o grito terrível de Cristo na cruz, quando foi feito pecado em nosso lugar, em nosso favor (conf. Mat. 27:46) - e foi justamente Ele que não conheceu o pecado e que não precisava sofrer seus efeitos (conf. 2 Cor. 5:21 e Rom. 8:3). Quando o Salvador estava na cruz, clamou para Seu Pai e não houve resposta. Isto ocorreu porque Cristo estava tomando o lugar de cada pecador, perdido em suas culpas, aceitando assim sobre Si mesmo toda a punição divina, aplicável a todo pecado humano de todos os tempos (Jo 1:29). O Senhor da glória Se humilhou até a mais baixa posição a fim de nos salvar (Filip. 2:5-8). 
V. 7 - A situação de Jesus entre seus inimigos foi exatamente esta, até nos próprios gestos, que eram sinal de zombaria entre os hebreus. 
V. 8 - Esta expressão não é somente zombaria contra o Cristo sofredor, é também a total negação da realidade de Deus. Os fariseus, ao redor da cruz, proferindo essas palavras, revelaram quão distantes estavam de Deus. 
V. 9-11 - Pede-se que os mesmos cuidados paternais de Deus, que acompanharam cada passo de Jesus, se concentrem nesta hora final. 
V. 12 - Basã: O território além do Jordão, ótimo para o gado de qualidade. 
V. 14 - Meus ossos se desconjuntaram: foram esses efeitos físicos que Jesus sentiu ao ser pregado na cruz, que depois foi fincada no chão, deixando Jesus em posição incômoda e anormal. 
V. 16 - Cães era a expressão hebraica para os adeptos do paganismo de Canaã, depois aplicada aos gentios em geral, muitos dos quais cercaram a cruz. Traspassaram-me: Mais um pormenor da crucificação de Cristo (João 20:24-29).
V. 17 - Todos os meus ossos: Jesus, magro, flagelado e nu, mostrava todos os seus ossos. 
V. 18 - Esta descrição prevê o que aconteceu ao redor da cruz.
V. 20 - Espada: A destruição. Cão: Aqui, talvez Satanás ou a maldade dos homens, que se manifestou plenamente ao redor da cruz.
V. 21 - Descreve a morte e as perseguições que a precederam.
V. 22-31 - Depois da ressurreição tornou-se totalmente diferente a situação.
V. 25 - Cumprirei os meus votos: Sacrifícios de ações de graças no culto público: testemunho público de que as petições foram atendidas.
V. 27 - Os confins da terra: Parte integrante da obra do Messias é arrebanhar fiéis de todas as nações (Isaías 42:4; 49:5-7 e 53:12).
V. 28 - Decerto este versículo estava firmemente gravado na mente de Daniel, guiando suas atitudes perante os reis (Conf. Daniel 4:19 a 27, especialmente o ver. 25).
V. 30-31 - Quando Cristo completou sua obra na cruz, dizendo: "Está consumado!" (João 19:30), começou a formar uma nova geração, um povo diferente, uma descendência espiritual (Conf. Isaías 53:10; 1 Pedro 2:9-10).
Com. Bíblia de Estudo Shedd
_________________________________________________________________________________
Neste post, a cada dia colocaremos o Salmo do Dia, seguindo a ordem bíblica. Com isto, pretendemos ter todos os Salmos da Bíblia Sagrada neste blog. Para ver os Salmos publicados anteriormente, clique na aba "Salmos" logo abaixo do título do blog.

0 comentários:

Plano da Salvação

Plano da Salvação
Thanks to "The Navigators"

A Deus toda a Glória!

A Deus toda a Glória!

PARABÉNS!

PARABÉNS!
Aos aniversariantes do mês, desejamos as mais ricas bençãos do Senhor!

ESCOLA BIBLICA DOMINICAL INFANTO-JUVENIL

ESCOLA BIBLICA DOMINICAL INFANTO-JUVENIL

OVELHAS PERDIDAS

OVELHAS PERDIDAS

Counter

Onde estamos

Onde estamos
Igreja Evangélica Batista Paulistana Rua Bueno de Andrade, 679 Aclimação São Paulo - São Paulo Fone: 11 - 32088007 Email: ibp@ibpaulistana.com.br

Entre em contato

Entre em contato
Nosso Email

Horário dos Cultos e EBD

Cultos
Domingos: 10h45 e 18h00
Culto de Oração
Quartas-feiras: 20h00
Escola Bíblica Discipuladora
Domingos: 9h25

Cultos pela Internet

Cultos pela Internet
Todos os domingos às 10h45 (Culto Matutino) e às 18h00 (Culto Vespertino) - Clique na imagem acima!

Culto de Oração

Culto de Oração

EBD

EBD

Discipulado

Discipulado

Discipulado

Discipulado

João 8:12

João 8:12

Vem!

Vem!

Google+ Followers

Visitas que nos honram

Páginas Visitadas

Países que nos visitam


Receba nossos artigos no seu email

Translate

Discipulado

Discipulado

Digital clock