ADORAÇÃO BÍBLICA

OBSTÁCULOS À ADORAÇÃO

4. O mundanismo
5. O pecado não confessado
6. O desinteresse e a ingratidão
7. A preguiça e a negligência

4. O Mundanismo
O espírito mundano também é uma barreira espessa, capaz de impedir a verdadeira adoração. 
A grande diversidade de opiniões a respeito do significado de mundano suscita alguma dificuldade em defini-lo. 
No seu sentido mais abrangente, quer dizer tudo que compõe a vida independente de Deus. Podem ser os prazeres, pessoas, coisas, lugares, planos, desejos e pensamentos. 
Trata-se daquele "mundo" que Deus nos proíbe de amar, porque seria um amor incomparável ao "amor do Pai" (1 João 2:15). "Tudo o que há no mundo, a concupiscência (isto é, desejo forte) da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não procede do Pai, mas procede do mundo (v.16).
Torna-se claro que o mundo estimula o desejo de possuir, dominar e impressionar. 
Segundo M. Muggeridge, o único desastre absoluto é "sentir-se em casa" neste mundo. Jesus nos lembra, na sua oração sacerdotal, que os discípulos estão no mundo, mas "eles não são do mundo" (João 17:11,14). A importância de Jesus ter-lhes transmitido a Palavra de Deus se nota no fato de que não são mais do mundo, como Ele mesmo não era (v.16). 
O compromisso do discípulo com a pessoa de Jesus e Seus mandamentos afasta o perigo do mundanismo.
Em vez de as vaidades humanas serem o imã da vida, o homem renascido pelo Espírito deve colocar o Senhor como centro e circunferência de sua vida. 
A tragédia que abalou a igreja de Jerusalém, quando Ananias e Safira pereceram, foi provocada pelo mundanismo que estava se infiltrando no culto ao Deus único. O casal pensava que cultuar o verdadeiro Deus, Jeová, e Mamom, era perfeitamente viável (conf. Mateus 6:24). 
Mas o julgamento repentino da parte de Deus, colocou em destaque o perigo para todos os membros da igreja (Atos 5:22).
Demas, antigo companheiro e colaborador no ministério de Paulo, desviou-se por causa do amor a este mundo (2 Timóteo 4:10). 
Isto não quer dizer que aquele ex-obreiro decidiu frequentar as boates de Roma ou os bailes de Tessalônica. 
O mundanismo pode ser chamado o câncer da alma. Muitas vezes, aos olhos da maioria, ele é invisível, porém mortífero.

"Se você se encontra amando qualquer prazer mais do que as orações, qualquer livro mais do que a Bíblia, qualquer casa mais do que a de Deus, qualquer mesa mais do que a do Senhor, qualquer pessoa mais do que a Cristo, qualquer indulgência mais do que a esperança do céu, então tome conhecimento do perigo que você está correndo!".
Gathered Gold - T. Guthrie

Seja o mundanismo do pensamento ou da prática, impreterivelmente criará um impecilho intransponível para a adoração, a menos que nos acheguemos a Deus conscientes desta falha. 
Arrependidos do mundanismo, que em maior ou menor grau nos assedia, aproximemo-nos de Deus como uma pessoa sedenta, e bebamos (João 7:37-39).
Alguns perguntariam se um templo suntuoso, luxuoso, espaçoso, com vitrais e todo acarpetado não revela uma infiltração do espírito mundano. 
Se o mundanismo também almeja impressionar, não é impossível que os membros de uma igreja estejam orgulhosos da casa onde se reúnem para adorar. Mas, a soberba e a adoração são tão contrárias entre si como são o Espírito e a carne (Gálatas 5:17). Quantas igrejas de mármore e granito devem supostamente conduzir as almas dos adoradores para "as coisas lá do alto" (Colossenses 3:1), quando de fato somente apelam para a carne, aqui em baixo! 
As aparências enganam facilmente.
Orgulhar-se da aparência, da voz com que se canta louvores, da mensagem ou da eloquência, através da qual se pretende transmitir a palavra viva de Deus, é um sentimento indigno de todo culto oferecido a Deus. 
A sutileza característica da soberba penetra até o redil de Deus. 
Basta dizer que tudo o que chama atenção a si mesmo, seja na área da arquitetura ou no pastorado, exala um cheiro forte de mundanismo, e cria um verdadeiro obstáculo para a adoração em Espírito e em verdade. 
Jesus acusou os líderes que gozavam de alto conceito aos olhos de seus conterrâneos, de assemelharem-se a "sepulcros caiados, que por fora se mostram belos, mas interiormente estão cheios de ossos mortos e de toda imundícia" (Mateus 23:27). 
Evidentemente, o que gerou esse estado deplorável foi o mundanismo que incentivava uma preocupação maior com as aparências do que com o pecado interior. 
Disse Horatius Bonar: "É com nossos pecados que nos achegamos a Deus, pois não podemos nos apresentar a Ele com qualquer outra coisa que seja realmente nossa...; sem termos aprendido esta lição, não poderemos dar um só passo correto naquilo que chamamos de vida religiosa".

Para ler os itens anteriores, clique no título de cada um.
No próximo post veremos o item 5 - Obstáculos à Adoração - O pecado não confessado.
Extraído do livro "Adoração Bíblica" do Dr. Russel P. Shedd


Plano da Salvação

Plano da Salvação
Thanks to "The Navigators"

A Deus toda a Glória!

A Deus toda a Glória!

PARABÉNS!

PARABÉNS!
Aos aniversariantes do mês, desejamos as mais ricas bençãos do Senhor!

ESCOLA BIBLICA DOMINICAL INFANTO-JUVENIL

ESCOLA BIBLICA DOMINICAL INFANTO-JUVENIL

OVELHAS PERDIDAS

OVELHAS PERDIDAS

Counter

Onde estamos

Onde estamos
Igreja Evangélica Batista Paulistana Rua Bueno de Andrade, 679 Aclimação São Paulo - São Paulo Fone: 11 - 32088007 Email: ibp@ibpaulistana.com.br

Entre em contato

Entre em contato
Nosso Email

Horário dos Cultos e EBD

Cultos
Domingos: 10h45 e 18h00
Culto de Oração
Quartas-feiras: 20h00
Escola Bíblica Discipuladora
Domingos: 9h25

Cultos pela Internet

Cultos pela Internet
Todos os domingos às 10h45 (Culto Matutino) e às 18h00 (Culto Vespertino) - Clique na imagem acima!

Culto de Oração

Culto de Oração

EBD

EBD

Discipulado

Discipulado

Discipulado

Discipulado

João 8:12

João 8:12

Vem!

Vem!

Google+ Followers

Visitas que nos honram

Páginas Visitadas

Países que nos visitam


Receba nossos artigos no seu email

Translate

Discipulado

Discipulado

Digital clock